Geral

O Triplo Homicídio em Monte Negro pode estar relacionado a acerto de contas – família MatoGrosso e temida na região

14 de março de 2020

As vítimas executadas foram identificadas como Abel Carriel Erci, Rubens Pereira da Silva e Vanusa Pereira da Silva, além de uma garotinha de 5 anos que foi alvejada com um tiro. Eram por volta das 21 horas desta sexta-feira, 13/03, quando a Central de Operações do 7º BPM foi acionada a comparecer na Avenida Rondônia, Setor 03 de Monte Negro, em um bar onde teriam cerca de quatro pessoas alvejadas a tiros, sendo que provavelmente três já teriam vindo a óbito. Ao chegarem no local foi constatado a veracidade das informações, onde os policiais avistaram três corpos ao chão, sendo dois corpos de homem que estavam na área externa do estabelecimento, já o corpo de uma mulher estava na parte interna onde ficam as bebidas. Os Policiais Militares foram informados por populares que uma criança já teria sido socorrida à Unidade de Saúde local e transferida para Ariquemes, sendo que a criança teria sido alvejada com disparo de arma de fogo na região do abdômen. De imediato os PMs isolaram o local e acionaram a Polícia Técnico Científica para realização dos trabalhos periciais e Polícia Civil. No local as pessoas estavam amedrontadas e relataram aos policiais que dois homens encapuzados em uma moto vermelha chegaram, desceram do veículo e já foram atirando contra as vítimas, na sequência fugiram do local tomando rumo ignorado. Após os trabalhos da perícia os corpos foram liberados e levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Ariquemes. Nas veste de Vanusa foram localizadas duas parangas de droga e certa quantia em dinheiro. Apesar de já iniciarem os trabalhos de investigação, a Polícia Civil terá muito trabalho para elucidarem o triplo homicídio, uma vez que alguns membros da família Matogrosso, como são conhecidos na região, são temidos pelos envolvimentos em diversos crimes, que vão de homicídio a tráfico de drogas. Não está descartada nesta ação criminosa a hipótese de um acerto de contas..

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *