Noticias

Mulher é assassinada a facada na frente da filha :assassino enviou mensagem para ex se despedir da menina;irmão também foi ferido

28 de abril de 2020

O Folha do Sul On Line teve acesso à ocorrência policial na qual são divulgados detalhes de um assassinato registrado na manhã desta segunda-feira (27), na cidade de Cerejeiras. O documento revela a identidade da mulher morta a facada e do irmão dela, que ficou ferido, e foi levado em estado grave para o hospital.

De acordo com a narrativa policial, o pedreiro Rodrigo Santana da Luz, de 28 anos, foi preso a cerca de um quilômetro da casa onde cometeu o feminicídio. Ensaguentada, a faca usada para matar a ex-esposa, Cleidiane Farias Moreira, 27, ainda estava em seu poder. O irmão dela, Aleandro Farias Moreira, 31, foi ferido na mão e no abdome.

Ao ser interrogado, em sessão gravada pela polícia Civil, o pedreiro assumiu a autoria do assassinato e confessou que ele teria sido motivado pela recusa de Cleidiane, de quem estava separado havia uma semana, em reatar a relação. Ele também confessou ter enviado mensagens contendo ameaças para o celular da ex. Numa delas, estaria escrito: “se despede da Laurinha (filha do casal), porque vou matar vocês”

O BO narra que o irmão de Cleidiane estava na casa dela, quando o cunhado pulou o muro e entrou de faca em punho, dizendo: “falei pra vocês que matava ela”. Para evitar o ataque, Aleandro entrou na frente e foi esfaqueado. Em seguida, Rodrigo golpeou a ex-esposa no tórax. O irmão da mulher, mesmo ferido, desferiu uma cadeirada no assassino, que fugiu do local antes de dar a segunda facada na ex. Segundo parentes das vítimas, o pedreiro havia prometido matar toda a família.

O pai de Cleidiane, Adivaldo José da Silva Moreira, 57 anos, ouvido pela polícia na condição de testemunha, contou que estava na frente de sua casa, quando a filha saiu correndo esfaqueada e logo em seguida passou o agressor, correndo com a faca na mão. Posteriormente, o filho, também ensanguentado, saiu da casa, sendo que nesse exato momento o pai das vítima as levou para o hospital da cidade de Cerejeiras com veículo particular da família. Adivaldo disse que o casamento da filha era muito conturbado, já que o marido dela brigava por motivos fúteis.

Cleidiante, ao dar entrada no hospital, segundo o médico que a atendera, já havia apresentado parada cardíaca. A equipe médica ainda tentou realizar os procedimentos de reanimação, porém foi confirmado o óbito.

Embora a ocorrência policial não mencione, um irmão da mulher assassinada disse, através de uma postagem no Facebook, que ela foi executada pelo ex-marido diante da filha do casal, uma menina de apenas 05 anos.

Fonte:Folha do Sul

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *