Politica

Witzel desiste de fazer oposição a Bolsonaro depois de operação da PF

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC-RJ), jogou a toalha e já comunicou a pessoas próximas que não fará mais oposição frontal ao presidente Jair Bolsonaro.

Ele já teria inclusive enviado sinais a Bolsonaro de que pretende erguer a bandeira branca.

O ponto de virada de Witzel foi a operação de busca e apreensão da Polícia Federal feita na residência oficial, onde ele vive. Ela foi autorizada pela Justiça.

A mulher de Witzel, Helena, é personagem central das investigações. O escritório de advocacia dela mantinha contrato de R$ 540 mil com empresa investigada por desvios de recursos em contratos com o governo do Rio.

Witzel passou a temer pelo pior —inclusive pela prisão dele ou da mulher.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *