Policiais

TRAGÉDIA =pai e morto ao tentar salvar filha de apenas 6 anos de estupro

Pais da criança foram acordados pelos latidos de seu căo, após suspeito ter invadido quarto de criança e cometido estupro, que interrompido pelo pai

23 de junho de 2020                      matéria : Cézar Júnior

Um homem de 32 anos foi assassinado dentro de sua residência ao salvar sua filha de seis anos de um estupro , que foi interrompido. O caso aconteceu durante a madrugada de domingo (21) na cidade de Ipatinga, em Minas Gerais. O suspeito, de 20 anos, tentou fugir, mas foi detido pela Polícia Militar (PM).

Os pais da criança foram acordados na madrugada pelos latidos do seu cachorro e o pai dela decidiu conferir como estava a filha, relatou a esposa e mãe. Quando chegou no quarto da menina, encontrou o suspeito de estupro .

Os dois tiveram uma briga física e o pai foi baleado . Mesmo sangrando, ele e sua esposa tentaram evitar que o suspeito escapasse, mas não tiveram sucesso. O homem de 20 anos pulou a janela pela qual havia invadido a casa e fugiu de bicicleta, com revólver na mão, segundo revelam imagens de câmeras de segurança da região.


A PM foi chamada e ao chegar no local, o pai estava no chão do quarto da filha , ensaguentado. Ele havia sido atingido nas costas e a bala atravessou seu abdômen. O homem foi levado ao hospital, mas não resistiu e morreu pouco tempo depois de dar entrada.

A investigação da PM mostrou que o suspeito entrou no quarto da criança, a segurou pelo pescoço e a despiu. O estupro foi interrompido pelo pai da vítima.

Os policiais militares encontraram o suspeito dormindo em sua casa. Sua mãe afirmou que ele havia passado a noite fora e chegado ao amanhecer.

O jovem admitiu parte do crime negando o estupro, mas depois voltou atrás, opondo-se também a invasão e o assassinato . Contudo, a mãe reconheceu o filho nas gravações das câmeras de segurança e ele confessou o caso, sendo detido por homicídio e estupro. Contudo, afirma ter encontrado a criança nua em seu quarto.

O suspeito também foi identificado por outra vítima, que teria sofrido importunação sexual e furto cometido por ele no último dia 17.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *