Noticias

Nota de repúdio da ACIJ ao Governo do Estado de Rondônia pelo fechamento do comércio

01 de julho de 2020

A Associação Comercial e Industrial de Jaru (ACIJ) vem expressar a indignação dos comerciantes da cidade de Jaru, que mais uma vez está sendo prejudicada com o fechamento das empresas por conta do enquadramento do município na Fase 1 do distanciamento social, ignorando as medidas tomadas pelo município com a criação de leitos de UTI, bem como a grande quantidade de pacientes curados e outros tantos que estão sendo tratados em casa, pelo fato de não haver necessidade de internação, sendo poucos que estão realmente internados.

Infelizmente, a Portaria Conjunta nº 11, não considerou a realidade de cada cidade e penaliza o comércio varejista e pequenos comerciantes do interior com uma medida restritiva que já se mostrou falha, pois o fechamento de parte das empresas não surtiu o efeito de evitar a disseminação do contágio e não faz com que a população fique confinada em suas residências, embora haja campanha para desestimular a aglomeração, assim como há informações sobre os cuidados preventivos.

As empresas não podem continuar mais com suas portas fechadas. Os empregos estão em risco. Cada cidadão é responsável por suas atitudes e esperamos que o Município REAJA frente a esta medida, eis que não é mais possível aceitar a forma como a SESAU, a AGEGISA e os demais órgãos opinantes do Relatório decidam nossas vidas, enquanto que o ESTADO apenas aceita a orientação.

Nos solidarizamos com todas as famílias que perderam seus entes queridos, lamentamos profundamente todas as vidas perdidas, trabalhamos para informar, orientar, cobrar nossas autoridades para que garantam o atendimento e manutenção das vidas das pessoas acometidas por essa doença.

Precisamos que todos se unam em favor dessa luta que não é apenas do comércio, mas de todas as pessoas que dele dependem para o sustento de suas famílias.

Fonte: Assessoria da ACIJ

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *