Noticias

JARU=Prefeitura se reúne com líderes religiosos para tratar sobre a questão das igrejas após medida restritiva do Governo de Rondônia

Representantes do Município de Jaru se reuniu na tarde desta quinta-feira (02) com líderes religiosos jaruenses no auditório da Associação Comercial e Industrial de Jaru (ACIJ) para discutir sobre como as igrejas devem proceder após a nova medida restritiva do Governo de Rondônia que enquadrou várias cidades do Estado na Fase 1 do Plano de prevenção e combate ao Coronavírus, determinando o fechamento de parte das atividades econômicas e sociais.

Com a nova medida restritiva do Governo, ficou a dúvida sobre o fechamento ou não das atividades religiosas como cultos e celebrações de missas.

A reunião foi coordenada pelos secretários de Saúde, Tatiane Almeida, de Administração, Planejamento e Fazenda, Luiz Felipe Santos da Silva e do procurador do Município, Wisley Machado, que explicaram que, com a lei aprovada recentemente pela Assembleia Legislativa tornando as igrejas como atividades essenciais, as atividades religiosas estavam liberadas, porém, respeitando os protocolos de segurança do Coronavírus, como o uso de máscaras, álcool gel, a limitação de pessoas e o distanciamento seguro entre os fieis nos bancos.

A Lei nº 4.791, de 16 de junho de 2020, Artigo 1°, estabelece que as igrejas e os templos de qualquer culto como atividade essencial em período de calamidade pública no Estado de Rondônia, sendo vedada a determinação de fechamento total de tais locais.

No Parágrafo único, a Lei estabelece que poderá ser realizada a limitação do número de pessoas presentes em tais locais, de acordo com a gravidade da situação e desde que, por decisão devidamente fundamentada da autoridade competente, devendo ser mantida a possibilidade de atendimento presencial em tais locais.

Fonte: Anoticiamais

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *