Policiais

PRF prende suspeito de sequestrar casal de idosos em colorado do oeste; conduzidos teriam confessado o duplo assassinato

Informações preliminares obtidas pelo site (Conforme fonte abaixo) dão conta de que um casal teria sido preso pela Polícia Rodoviária Federal tentando deixar o Estado de Rondônia, através da BR-364, em Vilhena. Eles já teriam confessado o sequestro do casal de dentistas que estava desaparecido desde domingo, 05, na cidade de Colorado do Oeste.

Em grupos de policiais no Whatsapp circula a informação de que os sequestradores teriam confessado o assassinato do casal. No carro em que eles estavam, e que pertence às vítimas, teriam sido encontradas anotações sobre o crime (oficialmente, o duplo homicídio ainda não foi confirmado pelas autoridades).

A reportagem do site segue acompanhando o desenrolar da tragédia, e traz, ainda hoje, informações sobre as circunstâncias e motivações da ação criminosa. Agentes da Civil e da PRF estão em diligências, junto com o homem e a mulher acusados do crime, tentando localizar os corpos e confirmar se a confissão é mesmo verdadeira.

O DESAPARECIMENTO

Um caso de desaparecimento registrado no último domingo, 05, na cidade de Colorado do Oeste, tem deixado a população intrigada, devido um casal de idosos, que supostamente teria viajado, não ter levado nenhum pertence pessoal e ter deixado uma frigideira no fogão acesso.

De acordo com o registro da ocorrência, a empregada doméstica do casal relatou que, no dia anterior, se dirigiu até a cidade de Vilhena, juntamente com o marido e o patrão, Eldon Mai, para fazer compras, deixando a patroa, Dionelia Giacometti Mai, em casa.

Por volta das 15h00, Eldon deixou a funcionária e o marido dela na residência de ambos e se dirigiu para a sua, onde os aguardaria mais tarde para, juntos comerem uma carne de carneiro. No entanto, quando o casal retornou para o imóvel dos idosos, já não os encontrou mais.

Como o veículo Siena de cor branca e placas NDX 7567 também não estava na garagem, o casal entrou na residência e se deparou com uma frigideira com fogo aceso e a carne do carneiro em cima da pia.

Mesmo intrigados com a situação, o casal continuou tentando fazer contato com os idosos e, durante a madrugada, teve suas mensagens de WhatsApp respondidas por Dionelia, mas estranhou a maneira como os textos foram escritos e a saída repentina sem avisar. A denunciante relatou ainda que a patroa, ou quem digitava por ela, lhe pediu para que não fosse trabalhar no dia seguinte, pois tinha ido pra Pimenteiras, onde ficariam na casa de uma conhecida, enquanto o marido ia pescar com alguns colegas, retornando na semana seguinte.

Como nenhuma tralha de pesca do idoso foi levada, a funcionário decidiu acionar a polícia e denunciar o caso.

Os supostos assassinos confessos deverão ser interrogados pela Polícia Civil, em Vilhena.

Fonte: Planetafolha

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *