Geral

Operação da PM resgata corpos de militares mortos a tiro por sem terra

04 outubro de 2020                                           matéria : Cézar Júnior

Nesta manhã de domingo (04) equipes da Polícia Militar conseguiram resgatar os corpos do sargento Rodrigues e do tenente Figueiredo mortos a tiros na data de ontem por criminosos sem terra em uma fazenda na BR-364, região de Nova Mutum Paraná, em Porto Velho (RO).

Confira a nota da PM
A Polícia Militar do Estado de Rondônia comunica que a Operação deflagrada no começo da manhã deste domingo (4), para o resgate de policiais militares baleados, e o corpo da vítima do homicídio no local do evento crítico – distante 30 km do distrito de Mutum-Paraná.
Toda operação transcorreu com o apoio aéreo do Núcleo de Operações Aéreas da SESDEC e o avanço terrestre da tropa especializada. O efetivo da Operação encontrou, no começo da manhã, o corpo do Tenente Figueiredo, que foi transportado para a sede da fazenda. Não houve confirmação de policiais militares perdidos na mata.
É com pesar que a Corporação informa que durante a Operação, foi encontrado o corpo do Sargento Rodrigues, sendo confirmado seu óbito. O corpo foi localizado durante o avanço da tropa no terreno.
A Polícia Militar de Rondônia lamenta tal acontecimento. O rabecão está transportando os dois corpos dos militares encontrados para o Instituto Médico Legal na cidade de Porto Velho. A equipe de psicólogos e assistência social está apoiando as vítimas e seus familiares.
A Operação foi executada com o apoio das Forças de Segurança Pública Estadual, bem como também da Polícia Rodoviária Federal. Equipamentos bélicos e viatura da Corporação foram recuperados. Os trabalhos periciais estão sendo realizados.
Cabe destacar a movimentação de todas as Coordenadorias, Comandos, Chefias e Diretorias da Polícia Militar de Rondônia, que não mediram esforços para o alcance dos objetivos que ora foram planejados.
Por fim, a missão da Polícia Militar de Rondônia foi cumprida conforme o planejamento traçado. O momento agora é efetivar os apoios assistenciais às vítimas e seus familiares, bem como as investigações para identificação dos criminosos para que seus atos não sejam impunes.
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *