Geral

Mulher de 31 anos e executado a tiros em Ji Paraná vítima era foragida da justiça do estado do Paraná

De acordo com a Polícia, a mulher estava em sua residência, localizada na Rua Dos Professores, no bairro Primavera, e a chamaram pelo nome. Ao sair pela porta, já foi recebida por tiros.

Depois dos disparos, testemunhas avistaram dois homens fugindo em uma motocicleta Honda Titan, de cor preta.

A PM e a Perícia Técnica compareceram no local e localizaram 13 estojos deflagrados de calibre 380 espalhados pelo chão.

A Polícia também informou que a vítima chegou recentemente do Estado do Paraná, onde ficou morando com familiares por mais de 05 anos.

Ao fazer uma consulta nominal, os militares acabaram constatando um Mandado de Prisão expedido pela justiça do Paraná pelo Art.  155 (Furto).

Amigos mais próximos também relataram à Polícia que Edeilza estava envolvida com a facção denominada PCC (Primeiro Comando da Capital) e sempre postava fotos em seu perfil intitulando pertencer a esta facção.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *