Geral

Pastor Manoel Cardoso pede aposentadoria e será jubilado pela igreja assembleia de Deus em setembro

Líder evangélico com mais tempo ministerial em Jaru, com 41 anos de trabalho pastoral completados em abril deste ano, o pastor da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, em Jaru, Manoel Cardoso, será jubilado pela Convenção Estadual dos Ministros das Assembleias de Deus no Estado de Rondônia (Cemaderon).

O ato de jubilação, segundo o que apurou o SITE, será realizado nas dependências do templo sede da igreja Assembleia de Deus no município de Jaru e está marcado para ocorrer no dia 18 de setembro. A decisão de jubilar o pastor Manoel Cardoso ocorreu na última quarta-feira (25), onde, por solicitação do mesmo, foi realizada uma reunião com a presença de lideranças igreja em Rondônia, entre elas o Presidente da Cemaderon, pastor Nelson Luchtenberg.

Nesta sexta-feira (27), um comunicado divulgado via WhastApp contendo o nome do Presidente da Cemaderon, pastor Nelson Luchtenberg e do Secretário de Comunicação da entidade, pastor Sérgio Pereira, destacava que “parte da Mesa Diretora esteve reunida em Jaru com membros do ministério local e o pastor Manoel Cardoso da Cruz decidindo sobre a jubilação do referido líder religioso e sua substituição junto à Igreja Evangélica Assembleia de Deus (IEAD) em Jaru”. Outra informação solicitada à igreja foi que “pelas decisões tomadas e pela agilidade do processo, todos estejam em oração”. Conforme apurado pelo site, a declaração é verídica e a aposentadoria do pastor Manoel Cardoso dos trabalhos eclesiásticos será oficializada de acordo com o que fora divulgado.

O Presidente da CEMADERON, Nelson Luchtenberg e o pastor Manoel Cardoso em registro feito no mês de outubro de 2016 – Foto: Elias Gonçalves, cedida com exclusividade ao PortalP1.

Conheça um pouco mais da história do pastor Manoel Cardoso:

Manoel Cardoso da Cruz nasceu no dia 05 de novembro de 1934 em Princesa Isabel (PB). Filho de José Cardoso da Cruz e Maria Laura da Conceição, ainda criança, mudou-se com seus pais para a cidade de Triunfo, em Pernambuco.

Aos 22 anos de idade, Manoel Cardoso se converteu ao Evangelho e foi batizado nas águas no dia 15 de dezembro de 1957, no estado de São Paulo. Em 1958, Deus o abençoou mais uma vez com uma dádiva maravilhosa, onde foi batizado com o Espírito Santo. Com 25 anos de idade, já morando em Cuiabá Paulista, Manoel Cardoso conheceu Izabel de Almeida da Cruz, jovem com quem posteriormente se casaria. Em 24 de janeiro de 1960, casou-se com Izabel de Almeida da Cruz e dessa união conjugal, nasceram dez filhos.
Em 1962, foram enviados para a cidade de Nova Guataporanga, onde assumiu a uma congregação. Com muita coragem e confiando no Senhor. Em 1964, Manoel Cardoso e Isabel de Almeida, foi para o estado de Mato Grosso do Sul, onde, ao chegar àquela cidade foi morar na Vila União e começou a cooperar ao lado do presbítero Carlos Bezerra como segundo dirigente da congregação. Devido à sua dedicação na obra de Deus, no ano 1966 foi consagrado ao diaconato e três anos depois como Presbítero.

Durante este período, nasce um desejo em seu coração de mudar-se para Rondônia e logo comunicou com sua esposa, Irmã Izabel, que no primeiro momento ficou pensativa, mas não contrariou o esposo. Em seguida, Manoel Cardoso procurou o pastor e revelou o seu desejo. Um pouco surpreendido o Pastor local lhe dirigiu a seguinte pergunta: “Como é que você vai? Você não tem recurso!”. Nesta época o Presbítero tinha apenas um fusca, que os irmãos havia lhe dado, então fez uma prova com Deus: “Se for da vontade de Deus este projeto de ir para Rondônia, Ele irá enviar um comprador para meu carro, e se não for, Ele irá tirar o desejo de meu coração”. E começou a orar juntamente com sua esposa.

Entretanto, quanto mais Manoel Cardoso orava a Deus, maior era o desejo de seguir em frente. Não demorou muito tempo, Deus enviou o irmão Francisco Pereira para dar-lhes as boas novas, dizendo que já tinha comprador para seu veículo. Com o coração alegre e confiante no Senhor, vendeu o fusca e recebeu no mesmo dia. E pra Glória de Deus, o Presbítero Manoel Cardoso percebeu que seus planos não eram da vontade dele, mas sim uma direção de Deus.

Em junho de 1978 chegaram a Rondônia e foram morar em Ouro Preto D’Oeste. Como prova de que Deus havia enviado para o então Território Federal, foi convidado pelo saudoso Pastor Manoel Cassimiro de Oliveira para assumir a congregação daquela cidade, tendo como apoio um grande amigo, o presbítero Antônio Severo de Araújo. No mesmo ano o Pr. Manoel Cassimiro, Pastor Presidente, na época, em Vila de Rondônia (hoje Ji-Paraná), enviou o saudoso Presbítero Irmão Ernesto Albino para assumir a congregação da Vila Jaru. Irmão humilde, pacífico, amoroso, soube conduzir a recém-congregação com muita dedicação.

No início de 1980, o presbítero Ernesto Albino (in memoriam), entregou a congregação ao Presbítero Manoel Cardoso da Cruz, vindo da cidade de Ouro Preto D’Oeste enviado e empossado pelo Pr. Manoel Cassimiro de Oliveira (in memoriam). Naquela época havia apenas 14 congregações distribuídas ao longo do campo.
Em abril do mesmo ano, o pastor Manoel Cassimiro, na direção do Espírito Santo, passou a responsabilidade do trabalho da cidade de Jaru para o Presbítero Manoel Cardoso da Cruz, a qual sentiu grande peso em seus ombros, mas não tinha dúvidas que Aquele que o trouxe para Rondônia – no caso Deus – estava em sua frente e pela fé iria abençoá-lo e lhe dar vitória. Com dois anos de trabalhos realizados nesta região, o Pr. Manoel Cassimiro apresentou o presbítero Manoel Cardoso ao Pr. Presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), José Wellington Bezerra da Costa, para ser ordenado ao ministério de pastor, no dia 30 de setembro de 1982, na cidade de Belém, em São Paulo.

Templo sede da igreja Assembleia de Deus sendo construído no Setor 5 – Foto: Elias Gonçalves, cedida com exclusividade ao PortalP1.

O pastor Manoel Cardoso, com uma visão ampla no crescimento da Igreja resolveu adquirir uma área no Setor 05 para construção de um grande templo medindo 840 metros quadrados em formato de V de “Vai pregar o Evangelho”. Na época todos admiravam a dimensão da construção pela sua grandiosidade para um bairro que estava em franco crescimento. Após dez anos de seu pastorado, conforme recorda, para honra e glória do Senhor, o templo foi concluído e inaugurado em outubro de 1992.

Templo sede da igreja Assembleia de Deus em registro feito no mês de outubro de 1994. – Foto: Elias Gonçalves, cedida com exclusividade ao PortalP1.

Em 22 de novembro de 2017, durante um Culto de Ação de Graças realizado nas dependências do templo sede da igreja Assembleia de Deus no município de Jaru, foi realizado o lançamento do livro “Minha Vida, Minha História” contendo em detalhes a biografia do pastor Manoel Cardoso da Cruz. A obra foi produzida em cinco capítulos e teve cinco autores: Elizabete Cardoso de Almeida (filha de Manoel Cardoso), os pastores Jonas Matias dos Santos, José Bernardes Rodrigues e Roberto de Carvalho, Moisés Silveira de Souza.

Templo sede da igreja Assembleia de Deus em registro feito 27 de agosto de 2021 – Foto: PortalP1

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *